Pabllo Vittar/Foto: Reprodução

Mariana Petrech

Pabllo Vittar foi quem fez a abertura do primeiro dia de festa da 28ª München Fest, em Ponta Grossa. A artista, cantora e compositora era umas das atrações mais esperadas do festival e dedicou sua apresentação no evento a Mariana Petrech da Rocha, de 10 anos, que faleceu no último dia 20 de novembro após uma parada cardíaca. “Mariana o céu é teu e o show hoje em Ponta Grossa vai ser pra você!”, publicou Vittar em sua página no Twitter horas antes da apresentação.

-Anunciantes-

Mariana era natural de Curitiba, mas foi criada em Castro. Ela estava internada na UTI com problemas de saúde quando faleceu. A morte causou grande comoção entre os castrenses.

A história chegou até Pabllo Vittar depois que o irmão de Mariana, Alysson Petrech, fez uma mobilização na internet pedindo para que a irmã fosse homenageada pela artista. “Eu entrei em contato com a assessoria do Curitiba Cult que são parceiros meus e também com um grupo LGBT que tem no Facebook, o LDRV:Eden. Então foi uma força geral, levantamos a hashtag #UmaPablloVittarcomMariana. Foi um ‘boom’ em todas as redes sociais”, disse o irmão ao Gazeta Popular. “É um momento frágil na nossa família, mas eu sei que ela [Mariana] queria isso, o sonho dela era estar no show, então eu não ia deixar de ir”, completou.

Pabllo Vittar iniciou sua apresentação com sucessos como Nêga, K.O e Indestrutível. O púbico vibrou quando a cantora em homenagem gritou o nome de Mariana. Para finalizar, Vittar gravou um vídeo para o canal no Youtube do irmão de Mariana. “Onde estiver saiba que o show de hoje foi todinho para você […] Não pude te conhecer a tempo, mas te sinto aqui hoje”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here